Paula de Siqueira

Identificador: 
P-3935
Nome: 
Paula
Sobrenomes: 
de Siqueira
Assunto: 
Gênero: 
Femenino
Lugar de nascimento: 
Lisboa
Observações: 

En confesión en Bahia en 20 de agosto de 1591, se declara 'cristã-velha, natural de Lisboa, filha de Manoel Pires, ourives de prata, meio flamengo, e de sua mulher Mécia Rodrigues, casada con António de Daria, contador da Fazenda del rei nesta cidade, de idade de quarenta anos, moradora na rua de São Francisco' confiesa por tener relaciones con Felipa de Souza, mujer de Francisco Pires. (Vainfas, pp. 104-114)

La confesión de Paula de Siqueira continua 'disse que haverá vinte e três anos pouco mais ou menos, morando na cidade de Lisboa, que cum clérigo Gaspar Franco lhe ensinou que dissesse ela as palavras da consagração da missa (...), e confesando mais, disse que havera oito ou dez anos que nesta cidade, Isabel Rodrigues, a Boca-Torda d'alcunha'

Relacionado a:
PersonagensRelaçãoPersonagensOperações
Paula de SiqueiraFamiliar → CónyugeAntônio de FariaVer Antônio de Faria
Felipa de SouzaFamiliar → DesconocidoPaula de SiqueiraVer Felipa de Souza
Paula de SiqueiraFamiliar → DesconocidoIsabel Rodrigues (Boca-Torta)Ver Isabel Rodrigues (Boca-Torta)
Política
Militar
Profesional
Familiar
Comercial
Social
Referencias Documentales
Referencias Bibliográficas
Como citar este verbete: 
"Paula de Siqueira". In: Base de Dados BRASILHIS: Redes pessoais e circulação no Brasil durante o periodo da Monarquia Hispânica (1580-1640). Disponível em: https://brasilhis.usal.es/pt-br/personaje/paula-de-siqueira. Data de acesso: 05/02/2023.