Melchior de Bragança

Identificador: 
P-2527
Nome: 
Melchior
Sobrenomes: 
de Bragança
Assunto: 
Gênero: 
Masculino
Observações: 

Denunciante en las Denuncações da Bahia de 1618. 

'Natural da cidade de Marrocos, de quarenta anos de idade, converso á fé christã, doutor, que ensinára a lingua hebraica nas universidades de Alcalá e Salamanca, na Espanha, com salario, e no Collegio da COmpanhia em Coimbra, sem salario, casado em Lisboa e degredado para a Bahia por culpa de morte de um homem'. 

Denuncia contra Domingos Alvares Serpa, Diniz Bravo, Ldo. Francisco Lopes Brandão, Gonçalo Nunes de Lisboa, Pascoal Bravo, Diogo Lopes Franco e Simão Nunes de Mattos. 

Tiene una segunda denuncia contra Manuel Rodrigues Sanches, Luis Avares, Gonçalo Nunes de Lisboa, Pascoal e Diniz Bravo, Diogo de Albuquerque, Francisco Lopes Brandão, Diogo Lopes Franco, Domingos Álvares de Serpa e Simão Nunes de Mattos. 

Referencias Bibliográficas
Como citar este verbete: 
"Melchior de Bragança". In: Base de Dados BRASILHIS: Redes pessoais e circulação no Brasil durante o periodo da Monarquia Hispânica (1580-1640). Disponível em: https://brasilhis.usal.es/pt-br/node/4813. Data de acesso: 14/08/2022.