Forte Real do Arraial Velho do Bom Jesus

Identificador: 
CO-88
Identificador Interno: 
CO-13185
Tipo: 
Militar
Lugar: 
Olinda
Data inicial: 
1629
Construção financiada por: 
Matias de Albuquerque
Arquiteto: 
Cristóvão Álvares
AltAlt
Há vestígios originais visíveis?: 
Existe um projeto arquitetônico conhecido?: 
Principales transformaciones durante el periodo 1580-1640: 
- 1629: projeto de Cristóvão Álvares - 1635: conquistado pelos holandeses, a fortificação foi arrasada pelos atacantes e, com o entulho, aterrou-se o fosso.
Observações: 

Extracto da entrada deste forte no site fortalezas.org:

“O forte era grosseiramente feito e irregular, do ponto de vista da arte, mas era obra de extraordinária solidez. Os fossos tinham a profundidade de uma lança e meia, e, pela natureza do solo, tão a pique que ninguém que nele caísse conseguiria escapar. Pelo meio do fosso corria um passadiço de terra, tão consistente como se fosse de alvenaria, o qual fazia de um só fosso, dois. As muralhas, a contar do nível do terreno, eram da altura de mais de lança e meia, e também muito a pique." (ARCISZEWSKY, Crestofle d'Artischau. Carta ao Conselho dos XIX, Sirinhaém, 13 de junho de 1636, ARA, WIC (OC), maço 51, apud GONSALVES DE MELLO, José Antonio. Cristóvão Álvares, Engenheiro em Pernambuco-I608 (?) -1663. Separata da Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Rio de Janeiro, Vol. 15, 1961, pp. 19-20).

Como citar este verbete: 
SATLER, Fabiano Aguilar. "Forte Real do Arraial Velho do Bom Jesus". In: Base de Dados BRASILHIS: Redes pessoais e circulação no Brasil durante o periodo da Monarquia Hispânica (1580-1640). Disponível em: https://brasilhis.usal.es/pt-br/node/13185. Data de acesso: 24/06/2024.