Confraria ou Congregação de Nossa Senhora do Rosário

Identificador: 
RE-69
Tipo: 
Lugar: 
Cidade de Salvador da Bahia
Data Inicial: 
1581
Observações: 

Devoção mariana organizada em confraria pelos jesuítas.

"Em 1581, fizeram-se e aprovaram-se os estatutos da Confraria ou Congregação de Nª Sª do Rosário na Bahia e, em 1583, fundou-se em S. Paulo a mesma Confraria ou Congregação, com a singela e formosíssima cerimônia da bênção das rosas. Em 1584, o Visitador, por intermédio do Procurador em Roma, P. António Gomes, pede os estatutos da Confraria de Nossa Senhora do Rosário para os estudantes. Neste mesmo ano, já se assinalam Confrarias de Nossa Senhora nas Aldeias da Bahia. E ordenou o P. Visitador, em 1586, que nos engenhos e fazendas, em todo o Brasil, se instituísse para os índios e negros a Confraria do Rosário, com o fim de promover a piedade e a instrução religiosa: piedade - obrigação de rezar o Rosário todos os dias santificados; instrução - porque comprometiam-se, os que entrassem na Confraria, a reunir-se naqueles mesmos dias para aprender a doutrina."

Fonte: Leite, Serafim, História da Companhia de Jesus no Brasil - Vol. 1 (Tomos 1, 2, 3), p. 331.

Itinerário da religiosidade: 
Motivo: 
Religiosidades
Data de início: 
1581
Data final: 
1583
Itinerário/viagem: 
Cidade de Salvador da Bahia
São Paulo
Como citar este verbete: 
SATLER, Fabiano Aguilar. "Confraria ou Congregação de Nossa Senhora do Rosário". In: Base de Dados BRASILHIS: Redes pessoais e circulação no Brasil durante o periodo da Monarquia Hispânica (1580-1640). Disponível em: https://brasilhis.usal.es/pt-br/node/10827. Data de acesso: 13/06/2024.