Antônio Cordeiro

Identificador: 
P-6046
Nombre: 
Antônio
Apellidos: 
Cordeiro
Asunto: 
Género: 
Masculino
Observaciones: 

Antônio Cordeiro, médico, cristão-novo, filho de Manoel Cordeiro. Natural da cidade de Évora. Em 1636, residia na cidade de Salvador, Bahia de Todos os Santos, Brasil. Graduado em medicina pela Universidade de Salamanca (estudou entre os anos de 1615-1619). Título de Bacharel em Artes pela Universidade de Évora, em 1614. Licença para exercer medicina em 1636. Na carta de medicina, de 1636, consta que já estava curando na Bahia havia mais de 14 anos "com grande satisfação de todos"; Para conseguir a carta forneceu "certidoes dignas de fé e crédito autênticas dos prelados dos conventos e comunidades da dita cidade da Bahia" confirmados por capitão geral, sargentos e capitão-mor da infantaria do Estado do Brasil.
Em 1639, junto com o Físico-mor e Cirurgião-mor Francisco Vaz Cabral, tratou de D. Fernando de Mascarenhas (Conde da Torre).
Foi testemunha acusatória no caso da morte do bispo Marcos Teixeira na suspeita de envenenamento cometido pelo médico/cirurgião Duarte Roiz Ulhoa.

Segundo o filólogo Ángel Marcos de Dios foi também Médico do Partido de Alvito.

Relacionado con:
PersonajeRelaciónPersonajeOperaciones
Antônio CordeiroSocial → DesconocidoDuarte Roiz UlhoaVer Duarte Roiz Ulhoa
Antônio CordeiroProfesional → InferiorFernando de Mascarenhas (Conde da Torre)Ver Fernando de Mascarenhas (Conde da Torre)
Antônio CordeiroProfesional → InferiorFrancisco Vaz CabralVer Francisco Vaz Cabral
Política
Militar
Profesional
Familiar
Comercial
Social