Gaspar Coelho

Identificador: 
P-445
Nombre: 
Gaspar
Apellidos: 
Coelho
Asunto: 
Género: 
Masculino
Fecha de nacimiento: 
Fecha de defunción: 
Observaciones: 

Criado de Jorge Tomás, tendeiro na Rua da Ponte de Olinda, Denunciações e confissões de Pernambuco. "Gaspar Coelho, cristão-velho, solteiro, 23 anos que fora criado de um tendeiro na Rua da Ponte, em Olinda, foi denunciado por ter perguntado em certa cerimônia religiosa, na Igreja de São Pedro em Olinda, em ocasião em que faltou hóstias para todos, “não havia aí tapiocas?”, esclarecendo-se que tapiocas “são bolos como obréias, que é o mantimento comum desta terra em lugar do pão”. (MELLO, 1996, p. 192)

Cargo o Posición:
Id ATLASCargo o Posiciónorden descendenteLugarDescripción del LugarDesdeHasta
40640Criado de TendeiroOlindaOlinda
Relacionado con:
Personajeorden descendenteRelaciónPersonajeorden descendenteOperaciones
Gaspar CoelhoComercial -> EmpleadoJorge TomásVer Jorge Tomás
Universidad de Salamanca
Ministerio de Economía y Competitividad
Datos cartográficos de Atlas Digital da América Lusa